Visual Merchandise e o sucesso de sua loja

Giovani Botarelli

Friday, July 17, 2015

  

Já vivenciei essa cena algumas vezes. Sentado em reunião com um novo cliente, estamos planejando o calendário anual da empresa, definindo eventos, separando as datas de liquidações e principalmente, planejando as verbas de marketing para cada mês. Nesse momento, sempre que indago o porquê da verba de Visual Merchandise ser tão pequena, ouço o cliente explicar que é dinheiro até demais para montar vitrine.


Esse mal entendido é muito comum no varejo e muitas vezes as pessoas não entendem que isso é uma visão limitada do poder de influência que um bom visual pode causar nas vendas. Visual Merchandise é uma das principais ferramentas de marketing para criar uma experiência de compra marcante e agradável.


Desde os anos 20, quando o Visual Merchandise engatinhava, as vitrines das grandes lojas já eram um acontecimento que faziam as pessoas sonhar. Sair para “ver vitrines” era um passeio normal como ir caminhar no parque ou pedalar na ciclovia.


Hoje o Visual Merchandise atingiu sua maturidade como ferramenta de auxílio a venda, tem técnicas claras e conceitos definidos, mas infelizmente o varejo brasileiro ainda subestima o poder de um ambiente bem desenvolvido no aumento das vendas. Segundo pesquisa da Popai Brasil (Instuição Internacional voltada em comunicação no ponto de venda), em nosso país, o visual da loja pode responder por até 83% da decisão de compra de um cliente.


7 dicas matadoras de Visual Merchandise


Defina bem o layout da sua loja. O formato do layout da sua loja é extremamente importante. Setores ligados a moda, por exemplo, devem optar por formatos que convidem a exploração.


Visual é identidade. O Visual Merchandise é a identidade de sua marca. Mantenha um padrão em todas as lojas que permita seu cliente identificar  sua empresa em qualquer lugar.


Fluxo do cliente, a chave. Observe como é o fluxo dos clientes dentro de sua loja, tente notar os principais pontos em que eles ficam mais tempo, ótimos lugares para misturar produtos em promoção.


Promoção e lançamento. Se seu cliente vai parar para ver os produtos em promoção, porque não colocar no entorno os principais lançamentos da coleção?


Cor, cor e cor. Trabalhar com as cores visando influenciar seu cliente é algo extremamente complicado de começar, mas uma vez que você o faz, vai gostar de usar essa ferramenta.


Foco certo é venda certa. Visual Merchandise não é para deixar a loja mais bonita, é para dar uma experiência de compra agradável para seu cliente, mantenha-se sempre focado nisso. Todo visual de sua loja deve apontar para fazer seu cliente comprar.


Mas e a vitrine? Ela é seu real cartão de visita, deve ser sempre muito limpa, atualizada e principalmente, deve encantar seu cliente. Alguns manequins em um espaço pintado de branco é pouco. Ouse, inove.


O varejo brasileiro, principalmente o pequeno varejo, tem aprendido rápido a criar ambientes para fidelizar seus clientes, porém isso ainda é feito de forma reativa. Precisamos criar a cultura do planejamento em todas as áreas.  Antes de reformar ou construir uma loja, planeje muito e utilize todas as ferramentas de Visual Merchandise para maximizar o seu resultado.